PIX: Tudo que você gostaria de saber sobre o PIX

Converse Diretamente com a Dra Giselle Coutinho Freitas

Sobre o seu caso de GOLPE DO PIX, FRAUDE DO PIX, FRAUDES DIGITAIS, FRAUDES BANCÁRIAS e GOLPES BANCÁRIOS e obtenha todas as orientações necessárias.

Converse agora com Advogado Especialista


Tudo que você gostaria de saber sobre o PIX

Será que realmente o PIX, é uma ferramenta disponibilizada para simplificar a nossa vida?

Ou o seu uso, nos leva a insegurança e medo de golpes?

SAIBA TUDO SOBRE O PIX, nesse artigo

Oque o pix:

O PIX – é sinônimo de pagamento instantâneo. O nome PIX, remete a tecnologia e inovação, como em inglês que significa pixels…

Dessa forma, o PIX, e uma marca registrada, que significa pagamento instantâneo.

O PIX é transação e transferência de dinheiro de forma rápida, ou seja, instantânea.

Quando foi o criado o PIX?

Foi criado em 2020.

O PIX existe em outros países?

A resposta é NÃO.

O PIX foi criado para ser usado em todo território nacional, ou seja, no BRASIL.

O PIX também não possibilita a transação entre contas internacionais, foi criado para ser usado em todo território nacional.

No entanto, o Banco Central, esta negociando o PIX INTERNACIONAL, com alguns países da América Latina: Colômbia, Chile, Uruguai e Equador.

Segundo informações, a intenção seria formar um BLOCO ECONOMICO INTERNACIONAL de transferências instantâneas por PIX (marca registrada pelo Banco Central)

O PIX é uma marca nacional brasileira que representa um sistema de pagamento instantâneo. É importante ressaltar que essa marca é exclusiva do Brasil e não está disponível em outros países. No entanto, em várias partes do mundo, existem sistemas de pagamento instantâneo similares. Em Portugal, por exemplo, temos o MB Way, enquanto na Espanha existe o Bizum e no Japão, um dos pioneiros nessa tecnologia tem o Zengin. Atualmente, mais de 50 países adotaram sistemas de pagamentos instantâneos, e o Brasil ocupa a 8ª posição em termos de número de transações nessa modalidade, graças ao PIX, conforme destacado em um relatório global da ACI Worldwide e GlobalData.

Quem criou o PIX ?

O BANCO CENTRAL DO BRASIL criou a marca PIX no ano de 2020, por força da Resolução BCB n°1/2020, que traz em seu anexo todo o regulamento do PIX.

Quem pode ter uma conta PIX?

Qualquer indivíduo ou empresa que possua uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga em uma instituição financeira participante do Pix pode utilizar o sistema de pagamento instantâneo. Diferentemente de um aplicativo autônomo, o Pix é utilizado por meio do aplicativo móvel ou internet banking da instituição financeira na qual você possui uma conta. É lá que você encontrará as opções para realizar transações e receber pagamentos utilizando o Pix. 

Quem pode participar do PIX?

Essas resoluções têm como objetivo regular e estabelecer diretrizes para a implementação e funcionamento do sistema de pagamentos instantâneos Pix no Brasil. O Pix é um meio de pagamento eletrônico que permite a realização de transferências e pagamentos em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

A Resolução BCB n°1 estabelece que as instituições financeiras e de pagamento autorizadas pelo BC devem participar do Pix, na modalidade provedor de conta transacional, desde que atinjam o limite mínimo de 500 mil contas de clientes ativas. Essas instituições são obrigadas a ofertar aos seus clientes o acesso ao Pix, tanto para a iniciação de pagamentos quanto para o recebimento de pagamentos.

As demais instituições financeiras e de pagamento que ofertem contas transacionais, mesmo aquelas que ainda não atingiram os limites para requerer autorização de funcionamento como instituição de pagamento, podem participar do Pix de forma facultativa.

Além disso, a Resolução BCB nº195 estabelece os critérios para a infraestrutura de liquidação financeira do Pix, chamada de SPI (Sistema de Pagamentos Instantâneos). O SPI será responsável por garantir a liquidação das transações realizadas por meio do Pix, garantindo a segurança e eficiência do sistema.

Em resumo, as resoluções do Banco Central buscam garantir a participação e oferta do Pix por parte das instituições financeiras e de pagamento, promovendo a inclusão e garantindo a efetividade do sistema de pagamentos instantâneos no Brasil.

O BANCO CENTRAL divulga anualmente relação de bancos, intuições financeiras praticantes do PIX.

Além disso, é importante lembrar que o Pix funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, incluindo feriados. Além disso, as transações em Pix geralmente são concluídas em poucos segundos, tornando-o uma opção rápida e conveniente para transferências de dinheiro.

Por fim, lembre-se de sempre verificar os dados da conta ou chave Pix antes de confirmar a transação, para evitar erros ou fraudes.

Como fazer um PIX?

Para fazer um Pix, você pode:

  1. informar a chave Pix de quem você quer pagar, que pode ser CPF/CNPJ, e-mail, telefone celular, ou uma chave aleatória;
  2. ler um QR Code com a câmera do seu smartphone para fazer o pagamento;
  3. utilizar a opção “Pix Copia e Cola”, para colar o código do QR Code; ou
  4. usar o serviço de iniciação de transação de pagamento.

Sim, é possível digitar manualmente os dados da conta da pessoa que você deseja pagar, caso ela não tenha uma Chave Pix. Nesse caso, você precisará inserir informações como número da conta, agência e CPF/CNPJ do beneficiário.

Além disso, o Pix permite agendar transações para uma data futura, conhecido como Pix agendado. Porém, é importante ter saldo suficiente na data em que a transação foi agendada, pois o valor será debitado imediatamente quando o agendamento for processado.

Essas funcionalidades são obrigatórias para todos os participantes do Pix, o que inclui instituições financeiras, fintechs, cooperativas de crédito, entre outros.

Como recebo um pix?

Você pode:

  1. criar um QR Code e mostrá-lo a quem vai te pagar (tanto a imagem do QR Code ou o código dele); ou
  2. informar ao pagador a sua chave Pix, que pode ser CPF/CNPJ, e-mail, telefone celular ou chave aleatória. 

Para gerar um QR Code é preciso ter uma chave Pix cadastrada?

É possível também informar os dados completos de sua conta ao pagador, caso você não tenha uma Chave Pix.

O PIX tem limite máximo de transferência instantânea

O limite máximo para pagamentos ou transferências com o Pix pode ser definido pelo cliente, dentro dos limites pré-estabelecidos pelo sistema, e pode variar de acordo com o perfil de cada pessoa ou instituição.

  • De pessoa física para pessoa física – De dia: igual ao da TED;

          À noite: R$ 1.000,00; e

  • ·De pessoa física para pessoa jurídica – De dia ou à noite: igual ao da TED.

Você pode ainda cadastrar contas ou usuários específicos com limite diferenciado. 

Os limites podem ser alterados pelos clientes, na opção “Meus Limites Pix”. A redução é imediata, mas o aumento para além desses parâmetros depende de avaliação da instituição. O aumento do limite é efetivado entre 24 e 48 horas após o pedido.

Entendi! Então, para cadastrar uma chave Pix eu preciso acessar o aplicativo ou o site da minha conta onde terei a opção de cadastrar uma chave. Eu posso usar meu CPF/CNPJ ou criar uma chave aleatória. Também posso consultar o Relatório de Chaves Pix no Registrato para ver todas as chaves que possuo. Pessoas físicas podem cadastrar até 5 chaves para cada conta e pessoas jurídicas, até 20 chaves.

O Pix é diferente por que:

  • É uma forma de pagamento rápido, enquanto os outros possuem um tempo de processamento;
  • Qualquer transação no Pix pode ser feita com a chave Pix ou QR Code, além dos dados bancários;
  • Funciona 24 horas por dia, em todos os dias da semana, sem limitação de horários e dias como os outros; e
  • A maior parte de suas tarifas é gratuita ou mais baixas que outras formas de pagamento.
Pix Saque e troco imagem

Oque é PIX saque e PIX troco?

Tanto no Pix Saque quanto no Pix Troco, é possível retirar dinheiro em espécie onde esse serviço é oferecido, como lojas, lotéricas, caixas eletrônicos, etc.

É só ler um QR Code e fazer um Pix da sua conta para a conta do local que está oferecendo o serviço.

No Pix Saque, o dinheiro é o valor do Pix que você fez. No Pix Troco, o valor é a diferença entre o valor do total do Pix e o valor da compra que você fez. O limite do saque é R$3.000,00 d

O Pix Saque e Pix Troco é uma opção útil para quem precisa de dinheiro em espécie. O usuário pode realizar uma compra no estabelecimento e, no momento do pagamento, realizar um Pix em um valor maior que o total da compra. O excedente será retornado em dinheiro como troco. O serviço é cobrado de acordo com o acordo estabelecido entre a instituição que contrata o serviço e o estabelecimento comercial, variando entre R$ 0,25 a R$ 1,00 por transação. Os valores pagos para os agentes de levantamento só são transferidos no 15º dia útil de cada mês, fazendo referência ao serviço do mês anterior.e dia, e R$1.000,00 à noite. E ainda, pessoas físicas podem fazer até 08 saques por mês, de graça.

A funcionalidade Pix Saque oferece a você a possibilidade de realizar saques em estabelecimentos comerciais que estejam aptos e cadastrados pelo Banco Central. Para isso, é necessário fazer a leitura de um QR Code ou usar a opção de Pix Copia e Cola em um equipamento da loja para autenticar a sua conta. Após a autenticação, você pode realizar o processo de transferência para a conta do comerciante e receber o valor em dinheiro. Recomendamos que você também leia a nossa lista de 5 dicas para evitar o golpe do Pix para se manter seguro.

REFERENCIAS: BANCO CENTRAL DO BRASIL

Golpe do PIX

Caí no Golpe do PIX e AGORA?