regularizacao de imoveis

Despachante imobiliário – #1 Guia Completo

Despachante imobiliário – Conheça está mobilidade

O que faz o despachante imobiliário?

Despachante Imobiliário – Guia Completo. O que faz? Vale a pena contratar? Diferença entre Cartorário, Advogado e Despachante Imobiliário. Hoje iremos falar a respeito do tema Despachante Imobiliário e tirar todas suas dúvidas sobre Despachante Imobiliário.

 

Para ser competitivo nos negócios, é fundamental acompanhar os avanços tecnológicos, e para uma imobiliária não é diferente. Veja como a tecnologia pode contribuir para uma rotina mais produtiva nessa área do despachante imobiliário.

 

O prazer de comprar um primeiro ou novo imóvel é indescritível, é como pegar uma pequena parte do mundo e poder chamá-la de sua. Em 2021, embora a crise econômica durante a pandemia tenha afetado até mesmo o setor imobiliário, nosso país apresenta boas estatísticas no ramo imobiliário.

 

Segundo balanço divulgado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o Brasil registrou aumento de 46,1% no número de unidades residenciais vendidas no primeiro semestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, e consequentemente o trabalho do despachante imobiliário.

 

Isso sugere que, além do movimento da economia, há muita gente trabalhando para viabilizar a entrega regular e a documentação desses imóveis. Sim e o despachante imobiliário é uma dessas pessoas que está nesse trabalho!

 

É para isso que servem os corretores de imóveis. Esses profissionais estão prontos para coletar toda a documentação e garantir a conclusão magistral de cada etapa do processo de negociação.

 

Burocracias

 

A burocracia faz parte do processo de aquisição de imóveis. Afinal, a documentação é detalhada e deve conter todas as informações necessárias para valer com questões legais. O despachante imobiliário está pronto para tornar esse processo o mais fácil possível.

 

Fazer isso sozinho pode ser bastante cansativo e trabalhoso. Por isso, muitas pessoas procuram ajuda de profissionais qualificados, como despachante imobiliário. Então o despachante imobiliário é o responsável por ajudar nesse processo.

 

Despchante Imobiliário confira algumas de suas ações:

 

  • Receber, analisar e preparar certidões e contratos;
  • Recolher assinaturas;
  • Reconhecimento de assinaturas;
  • Registrar o imóvel;
  • Apresentar custos de legalização;
  • Regular os créditos e débitos;
  • Organizar arquivos de dados;
  • Monitorar as datas de validade dos documentos;
  • Efetuar alterações, cadastros e cancelar cadastros e cadastros.

 

Um corretor de imóveis, assim como um advogado, além do despachante imobiliário também tem papel fundamental na concretização desses contratos, pois devido à burocracia, muitas pessoas acabam desistindo de comprar um imóvel sem ajuda.

 

Com todos os procedimentos realizados de forma prática, correta e segura, compradores e vendedores podem acompanhar todo o processo de formalização com tranquilidade.

 

Segurança e conforto:

A contratação de um despachante imobiliário aumenta a segurança e a comodidade, pois o cliente pode ter certeza de que está recolhendo os documentos corretos.

 

Afinal, o processo de compra de um imóvel envolve muitas etapas, e qualquer uma delas não concluída com maestria pode inviabilizar a negociação.

despachante imobiliario

Serviços do despachante

 

Além da retirada e análise de certidões e contratos; análise de compra e venda e elaboração de contratos também estão entre as principais atribuições dos corretores:

 

  • representar o cliente perante entidades públicas e privadas;
  • Monitoramento de negócios;
  • Envio de mercadorias;
  • Proteger os interesses dos clientes junto às autoridades e órgãos públicos;
  • Criar uma ponte entre um indivíduo ou empresa e as autoridades ou entidades públicas;
  • Contribuir para a resolução de problemas burocráticos
  • Ter muita experiência burocrática.

 

Valor do despachante imobiliário 

 

Engana-se quem pensa que utilizar os serviços de uma imobiliária é muito caro e disponível apenas para poucos, é infundado. Se você deseja adquirir um imóvel com mais praticidade, então o serviço de despachante imobiliário e de encaminhamento também é para você.

 

O serviço de corretor de imóveis pode ser realizado tanto por autônomo quanto por empresa especializada neste tipo de serviço. Porém, o melhor é contratar uma empresa legalmente constituída, como de um advogado ou despachante imobiliário de preferência com sede e estrutura para oferecer mais comodidade e segurança a quem está contratando.

 

Mesmo que os valores cobrados sejam aceitáveis, é preciso ter cautela ao decidir contratar esse tipo de consultoria, pois infelizmente há quem trabalhe com ela mas não tenha estrutura física, conhecimento técnico de cartórios públicos. Lei, como o Código Tributário Municipal e a Lei de Ganhos de Capital.

 

Por isso, o ideal é ficar atento a empresas ou profissionais que atuam como corretores de imóveis, com preços bem abaixo dos preços praticados no mercado.

 

Recomenda-se a contratação de empresas com tempo de mercado, know-how na área de atendimento e com alto volume de clientes atendidos. Porque estes são alguns dos indícios que atestam a qualidade de uma imobiliária.

 

Além disso, se você for optar por uma consultoria completa com os serviços de corretor de imóveis e correspondente bancário, é importante saber que serviços de correspondência como simulação de crédito imobiliário, pedido de financiamento e proposta não devem ser pagos pelo cliente.

 

Isso significa que é a instituição contratante quem paga pelos serviços de um banco correspondente autorizado que atua como intermediário entre a instituição e o cliente, e o cliente arca apenas com os custos dos serviços de intermediação.

 

O despachante imobiliário substitui o corretor de imóveis?

 

Todo profissional da área imobiliária é importante para concretizar a compra do seu imóvel, por isso o corretor de imóveis ajuda na realização desse sonho, porém, mesmo que eles, o corretor de imóveis e o corretor de imóveis trabalhem no mesmo ramo, eles prestam serviços diferentes, ou seja, um não interfere no atendimento do outro e cada um deles facilita o processo de compra de imóveis.

 

Um corretor de imóveis cuidará de todas as ações e burocracias da compra de um imóvel, ou seja, emitirá documentos importantes e necessários para concluir a compra, agilizar e garantir que o financiamento bancário seja feito da maneira correta, correta , retirar a titulação do imóvel, entre outros serviços que são executados por este profissional, após o cliente já ter selecionado o imóvel desejado para adquirir.

 

Um corretor de imóveis é um profissional qualificado que encontrará um imóvel que atenda às suas expectativas, na região que melhor se encaixa com suas necessidades e perfil.

 

Além disso, auxilia também na negociação da compra com o vendedor do imóvel, além de verificar os valores que são praticados no mercado, para que o cliente possa ter o melhor imóvel pelo preço mais acessível.

 

Quem vai utilizar os serviços de um corretor de imóveis deve verificar antes de contratar esse profissional se está apto a prestar esse tipo de assessoria, como registro ativo no Creci (Conselho Regional das Corretoras de Imóveis).

 

Concluindo, tanto um corretor de imóveis quanto um corretor de imóveis auxiliam e facilitam o acesso e a compra do imóvel desejado, mas cada um deve atuar em sua área particular.

 

Quais são os custos de um despachante?

 

A responsabilidade de arcar com os custos da imobiliária depende da negociação, mas geralmente esses custos ficam por conta do comprador. Pode ser que o imóvel já inclua valores de serviços no valor total faturado, mas principalmente vai depender do serviço realizado e da quantidade de burocracia que vai gerar.

 

Existem determinadas circunstâncias que podem definir quem será o responsável pelo pagamento do despachante imobiliário. Se o atual proprietário do imóvel (o vendedor) necessitar de resolver uma questão que tenha impacto direto nos trâmites necessários à concretização da venda, fica acordado que deverá efetuar um pagamento. 

 

Agora, nos casos em que a documentação já está totalmente regularizada e o comprador decide financiar, onde usa parte do saldo do FGTS, por exemplo, para dar entrada em um imóvel, verifica-se que ele pagará com os valores cobrados pelo o serviço prestado pelo despachante imobiliário.

despachante-documentalista-imobiliario-

Quando devo optar por um despachante imobiliário?

 

O serviço oferecido por uma imobiliária pode ser executado por qualquer pessoa. Porém, tempo, conhecimento e paciência são fatores que fazem a contratação deste profissional realmente valer a pena. Então, se você quer evitar o estresse de visitar agências bancárias, órgãos públicos, cartórios e outras instituições, dê preferência a um corretor de imóveis.

 

Qual a importância da tecnologia para despachantes imobiliários? 

 

A transformação digital está presente de forma cada vez mais complexa em todos os setores do mercado. Portanto, não seria diferente com os imóveis.

 

O mercado imobiliário atual possui diversas ferramentas tecnológicas que tornam o trabalho mais ágil e eficiente. Alguns deles são:

 

  • Utilização de aplicações para acesso e contacto com o cliente;
  • Geolocalização para comprovar a localização do imóvel;
  • Sistema de gestão de inadimplência, gestão de contratos e cronograma de faturamento;
  • Automação de marketing;
  • Assinaturas digitais;
  • Realidade virtual.

 

Essas novas tendências contribuem significativamente para o movimento ágil do mercado e para o melhor desempenho das operações diárias. Também acaba atraindo mais clientes, pois eles se sentem mais seguros nos processos.

 

A principal vantagem é que a tecnologia reduz o risco de erros, perda de documentos e confusão na hora de organizar a papelada que precisa ser enviada.

 

Para a gestão documental realizada pelas imobiliárias, é de extrema importância a troca de arquivos digitalmente.

 

Hoje em dia, não é mais necessário esperar que os correios entreguem os documentos, nem se expor ao risco de extravio ou lavrar o documento em mãos.

 

Preciso mesmo investir em tecnologia? 

 

Investir em tecnologia para imobiliárias é uma dúvida frequente, principalmente entre os profissionais que estão iniciando no mercado. No entanto, esse tipo de investimento traz benefícios essenciais para uma boa competitividade. Incluindo:

 

Controle de Tarefas: O volume de tarefas de cada despachante imobiliário é enorme, desde o contato com os clientes até o arquivamento da documentação, tudo precisa ser feito com muita organização e cuidado, e a tecnologia pode ajudar na boa administração.

 

Maior agilidade: Perder tempo na busca de documentos específicos não é um problema a ser considerado na hora de aumentar a satisfação do cliente. O tempo para esta tarefa pode ser reduzido a alguns segundos se você tiver os meios tecnológicos para isso.

 

Limitando o erro humano: Errar é humano e a tecnologia existe justamente para evitar qualquer retrabalho ou constrangimento.

 

Maior produtividade: Com maior agilidade e qualidade de entrega, seus dias se tornarão mais produtivos e entregarão resultados satisfatórios para você e seus clientes.

 

Ele não apenas oferece maior agilidade, mas também contribui para a transparência transacional essencial.

 

Portanto, essa mudança deve ser considerada um investimento em sua carreira, não uma despesa. Afinal, o profissional sentirá a diferença em poucos dias após adotar a tecnologia.

 

Diferencial competitivo essencial 

 

Quando pensamos em um despachante imobiliário, imediatamente pensamos em uma pessoa antiquada sentada atrás de uma mesa bagunçada cheia de papéis. Bom, esse pode ser o perfil desses profissionais um dia.

 

Hoje em dia, porém, a necessidade de modernização é cada vez maior não só pela praticidade, mas pelo próprio fator competitivo.

 

Afinal, entre esse primeiro estereótipo, que se perde atrás de pilhas de papéis mofados, e o profissional organizado que entrega relatórios e arquivos digitalizados e garante a segurança das informações, nem é preciso dizer qual será o preferido da clientela.

 

Portanto, para quem busca crescimento e desenvolvimento na carreira, apostar na modernização de processos e na automatização de algumas tarefas não é opcional. Isso é essencial para garantir maior segurança e confiança ao cliente.

 

Isso é útil tanto para quem está começando a carreira quanto para veteranos que querem acompanhar as mudanças e necessidades do mercado.

 

O que é restituição itbi?

 

Sabemos que o ITBI é um imposto municipal e está sujeito a liberação de aprovações, portanto cabe ao contribuinte antecipar o pagamento. 

 

Sua base de cálculo é o valor de mercado dos bens ou direitos cedidos, considerado o valor pelo qual o bem ou direito seria negociado à vista em condições.

 

De acordo com estes diplomas (que se repetem noutros concelhos no mesmo espírito), o valor do imposto deve ser calculado a partir do Valor Venal de Referência (VVR) fixado pelo município. 

 

No entanto, em muitos casos, o VVR parece ser significativamente superior ao valor de mercado obtido com base no IPTU e até superior ao valor do negócio efetivamente realizado.

 

Some-se a isso o fato de que em diversos municípios, como São Paulo, a entidade recebe dois valores de mercado diferentes dependendo do imposto cobrado, um definido como valor de mercado do IPTU e outro como valor de mercado do ITBI. Aqui mora um grande problema!

 

Com relação à base de cálculo do ITBI, surgiram duas principais disputas judiciais que afetaram diretamente a apuração dos valores de ITBI a serem pagos em uma operação.

despachante imobiliario

O que é restituição de imposto de renda?

 

A restituição do imposto de renda é o valor que a Receita Federal devolve aos contribuintes que pagaram mais imposto do que o devido no ano de apuração.

 

Isso é possível porque, ao enviar sua declaração anual de ajuste do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) para a Receita Federal, você inclui valores como:

 

  • salários e outras receitas tributáveis, como aluguel de imóveis;
  • investimentos e seus rendimentos (isentos ou não);
  • sua propriedade e muito mais.

 

A partir dessas informações, o programa utilizado para realizar o retorno chega à sua base computacional. Corresponde ao valor sobre o qual incide a alíquota do IR. Por fim, se o resultado for positivo, significa que o imposto ainda precisa ser pago.

 

No entanto, também é possível efetuar algumas deduções a este valor consoante o modelo de declaração enviado. Nesse caso, quem optar por enviar a DIRPF completa pode incluir:

 

  • despesas médicas, como seguro saúde ou consultas médicas particulares;
  • despesas com educação, que pode ser infantil, superior ou profissional;
  • dependentes, que permite deduzir um valor fixo definido pela renda;
  • Contribuições ao INSS que são descontadas do salário.

 

Portanto, o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) pode ser menor do que você realmente deveria pagar por causa das deduções. Nesse caso, o extrato anual apresentará resultado negativo, o que significa que é possível devolver o dinheiro.

Documentação Imobiliária

despachante

Despachante – #1 Guia Completo

Despachante

 

O que é um despachante?

Despachante – Tipos de Despachante, quanto custa, o que é e muito mais. Nesse artigo iremos abordar o assunto Despachante. Um despachante é um profissional contratado para lidar com a burocracia. Responsável por preparar requerimentos, encaminhar e iniciar trâmites burocráticos junto ao poder público.

 

A maioria das vagas e concursos de despachantes cobra apenas a conclusão do ensino médio, mas ter formação superior em áreas afins e domínio de língua estrangeira no caso de despachantes aduaneiros são diferenciais.

 

O que faz um despachante?

 

  • Desembaraço de mercadorias e bagagens, acompanhamento de vistoria física e cobrança de mercadorias, pagamento de taxas e tributos e apresentação de documentos ao poder público;
  • Classificar mercadorias, analisar amostras, verificar função, uso e material e classificar mercadorias em sistemas de classificação e precificação;
  • Operar o sistema de comércio exterior, registrando informações sobre importação e exportação de mercadorias;
  • assessorar importadores e exportadores;
  • Preparar documentos de importação e exportação.

 

Ainda segundo a classificação, os documentaristas e despachantes de trânsito têm as seguintes atribuições:

 

  • representar o cliente perante as autoridades e entidades competentes;
  • Solicitar a emissão de documentos para pessoas singulares e coletivas, para bens móveis e imóveis, alvarás, licenças e relatórios diversos;
  • Efetuar cadastros, alterações e exclusões em cadastros e cadastros;
  • Gerenciar serviços e atividades ao cliente, organizando arquivos de dados e rastreando as datas de validade dos documentos;
  • Regular débitos e créditos, pagamento de impostos, taxas e encargos;
  • Solicitar isenções, cancelamentos, reembolsos e suspensões de pagamentos de dívidas, reembolso de dívidas não pagas e recebimento de indemnizações, seguros, rendas e pensões.

 

Tipos de despachantes

 

Este profissional é originalmente conhecido por trabalhar no sistema aduaneiro como despachante aduaneiro. Atualmente, existem três tipos de despachantes: alfandegários, documentais e de trânsito.

despachante

Despachante aduaneiro

 

O despachante aduaneiro é responsável pelo desembaraço de mercadorias e bagagens na alfândega. Cuidam dos processos legais e administrativos de importação e exportação, cooperam com a Receita Federal e os Ministérios da Fazenda Estaduais.

Para atuar, os corretores devem possuir procuração de seu fornecedor, sejam empresas importadoras e exportadoras ou viajantes vindos do exterior. Além disso, os despachantes aduaneiros devem estar inscritos no Cadastro de Despachantes Aduaneiros da Secretaria da Receita Federal do Brasil e credenciados no Sistema Integrado de Comércio Exterior.

 

Despachante documentalista

 

Um despachante documental é um profissional com foco mais geral especializado no processamento de documentos de vários tipos: registros e certificados de carteiras de motorista, licenças de operação, documentação de veículos e inspeções. Documentos exigidos em cartório, tais como ITBI, Inventário, Usucapião dentre outros do ramo imobiliário ou inclusive o bélico como por exemplo licensa para porte de armas podem ser solicitados pelo despachante documentalista.

 

Eles podem trabalhar com órgãos públicos, como Detran (Departamento de Trânsito) e Receita Federal, e associações de classe, como taxistas e motoristas de ônibus escolar.

Despachante de Veículos

 

Um despachante de veículos executa o mesmo trabalho que um despachante de documentos, mas se concentra na documentação do veículo. Esses especialistas trabalham em estreita colaboração com o Detran.

 

Eles podem representar seu cliente, alterar registros, solicitar documentos como licenças e alvarás, quitar dívidas, pagar taxas e impostos, realizar vistorias, emplacar e transportar veículos.

 

Vale a pena contratar despachante?

 

Antes de mais nada, é importante ressaltar que essa questão varia de acordo com as diferentes opiniões das pessoas que precisam se submeter a um procedimento no Detran.

 

Além disso, existem vários pontos que contribuem para essa decisão ou não. Afinal, cada pessoa tem uma condição financeira diferente, disponibilidade de tempo, etc.

 

Você deve se perguntar: quanto vale o meu tempo? O despachante do Detran certamente resolverá as pendências com o órgão de forma ágil. Sem falar na maior chance de eficiência, já que é a área em que atua.

 

Assim não há chance de algum documento estar incorreto ou não ser aceito, por exemplo, tudo é agilizado.

 

Porém, o custo desse serviço também deve ser analisado, pois na maioria das vezes custa mais do que as taxas a serem pagas à agência. Portanto, não esqueça de analisar os valores para cada necessidade que o despachante do Detran precisar.

 

O que é certo, porém, é que se você está ficando sem tempo e a ida ao Detran atrapalha a sua semana, o auto despacho vai auxiliar nesses processos, que muitas vezes demandam várias burocracias e burocracias. Então cabe à sua disponibilidade e ao seu bolso decidir se vale a pena contratar esse profissional.

 

 Lei regulamenta profissão despachante e suas aplicações

 

A profissão de expedidor de documentos foi regulamentada. O projeto de lei (2022/2019) foi vetado pela Presidência da República, mas o veto foi derrubado pelo Congresso Nacional. A nova legislação (Lei 14.282/2021) exige, entre outras coisas, que o perito seja formado no nível tecnológico de despachante documentarista e registrado na regional competente.

 

A lei prevê, entre outras coisas, que o profissional deve ser registrado no conselho profissional da categoria e deve estar habilitado para exercer como pessoa física ou jurídica as atividades previstas em lei. Para trabalhar na área, é preciso ser maior de 18 anos e ter formação superior em tecnologia como despachante de documentação.

 

A determinação de requisitos específicos para o desempenho deste nobre trabalho, nomeadamente a exigência de aprovação no curso técnico para o despachante documental, aliada à imposição de funções profissionais e ao acompanhamento deste profissional pelo conselho de classe, atestam o facto que esta valiosa função seja desempenhada apenas por profissionais exemplares que respeitam os direitos de seus clientes e trabalham juntos para prestar bons serviços públicos pelo ente federal ao qual trabalham.

 

A nova legislação proíbe certos tipos de ações por parte dos profissionais, como publicidade em desacordo com a ética profissional, aliciamento de clientes e prática de ato privado.

 

Como saber se o despachante é confiável? 

 

Como sempre, antes de contratar um prestador de serviço, devemos primeiro verificar se ele é competente, a satisfação do cliente, há quanto tempo está no mercado, entre outras medidas.

 

No caso de um despachante online, temos que ter ainda mais cuidado pois existem muito mais empresas mal intencionadas na internet que podem pegar seu dinheiro e não prestar um bom serviço e até mesmo não entregar o que foi prometido.

 

O primeiro passo é pesquisar o despachante no Google. Verifique se aparece nos resultados, se a avaliação é boa (número de estrelas e qualidade dos comentários).

 

E depois visite o site da empresa, se é bem feito, se é seguro, há quantos anos a empresa está no mercado, se realmente tem experiência com o serviço que você precisa.

 

Porque contratar um despachante?

 

Despachante, traz mais comodidade

Enquanto isso, quando você estiver com a vistoria e a documentação em mãos, ele vai trazer para você o seu documento emitido pelo Detran, sem que você precise lidar com tudo desde o conforto da sua casa ou saindo do trabalho.

 

Exclusividade

Quando você contrata um despachante confiável para cuidar de suas pendências e de seu veículo, ele será exclusivo para cuidar de tudo para você. Como já mencionado, utiliza o setor exclusivo do Detran para clientes que contrataram despachante.

 

Tenha seus documentos em mãos em menos tempo

Quando você mesmo resolve seus problemas, leva em média uma ou duas semanas para que todo o processo seja resolvido. Com um despachante confiável, todo esse processo antes demorado pode ser resolvido em 3 a 5 dias.

 

O valor da sua parcela

Já imaginou como é prático quitar as dívidas do cartão de crédito e até parcelado?

 

Com o tempo, o pagamento via crédito não é feito pelo Detran, mas sim pelo despachante. Além das muitas vantagens citadas acima, você também poderá parcelar as dívidas do cartão.

Villa house model, key and drawing on retro desktop (real estate sale concept)

Como funciona um despachante virtual? 

 

Você já viu que o despachante tem a função de resolver problemas burocráticos do veículo, certo? Assim, ele atua como uma espécie de intermediário entre você (proprietário do veículo) e o Detran, agilizando os trâmites independentemente de matrícula, placa, transferências e demais documentações.

 

O crescente uso da tecnologia trouxe outra novidade para as necessidades do público, que tem uma rotina cada vez mais agitada, que é a instituição de um serviço de despacho online (ou virtual).

 

O atendimento funciona da mesma forma que o presencial, com o fato de que praticamente todos os documentos podem ser obtidos e os procedimentos realizados.

 

A potência do despachante online é ideal para quem deseja atender às solicitações de veículos de forma rápida e prática. Além de economizar tempo, o serviço é gerenciado por especialistas da área, que estão aptos a solucionar eventuais imprevistos.

 

Como é o serviço do despachante online?

 

Para evitar problemas ao trafegar em vias públicas, é importante estar com a documentação do veículo em dia. Afinal, caso seja detectada alguma irregularidade, o proprietário estará sujeito a infrações, multas e outras sanções, como, por exemplo, apreensão do veículo e suspensão da CNH.

 

O problema muitas vezes é que esses processos são burocráticos e demorados para serem resolvidos, o que pode ser difícil com tantas tarefas diárias.

 

Nesse cenário, os atendimentos online podem ser a solução: por serem feitos pela internet, você evita atrasos no atendimento e longas filas de espera. A sua utilização é simples e intuitiva, basta aceder ao site do corretor escolhido, seguir as instruções, selecionar um serviço e apresentar os documentos necessários para dar seguimento ao processo.

 

Alguns serviços do despachante online? 

 

  • serviços simples são ágeis que podem ser feitos de onde você estiver. Dependendo do caso, isso leva alguns minutos;
  • entrega rápida de documentos, que pode ser feita pelos correios ou em qualquer local de sua preferência;
  • segurança, visto que todos os processos são realizados de forma transparente e você pode acompanhá-los pela Internet;
  • comodidade, pois tudo pode ser feito do conforto da sua casa sem precisar ir até a sala de controle.

  

Emplacamento

No caso do primeiro registro, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), é necessário enviar comprovante de residência e também nota fiscal do veículo, tanto da montadora quanto da concessionária.

 

Transferência de veículos

Para realizar a transferência do carro, é necessário entregar o Certificado de Registro de Veículo (CRV), adesivos de chassi e motor, carteira de habilitação e comprovante de residência.

 

Licenciamento

Não é necessário apresentar documentos para obter uma licença. Nesse caso, basta consultar o site do despachante, inserir a placa do veículo e o CPF do proprietário.

 

Segunda via de CRLV

Estes são certificados de registro de veículos e certificados de autorização. Para solicitar a segunda via, é necessário enviar documentos como CNH e demais documentos exigidos pelo despachante. 

 

Uma declaração de perda também precisará ser apresentada. A boa notícia é que hoje é possível baixar uma versão digitalizada do CRLV, conhecida como e-CRLV, o que torna prático e fácil lidar com esse tipo de burocracia. Outros serviços incluem:

 

  • mudanças de placa;
  • conferência da situação do veículo;
  • mudanças nas características do veículo;
  • documentação desde a compra até a venda etc.
  • O ideal, portanto, é acessar o site do despachante, verificar as instruções quanto às providências a serem tomadas de acordo com o serviço solicitado, saber quais documentos são necessários e, então, fornecê-los.

 

Além de todos esses serviços, você também pode contar com a ajuda de um despachante online para tirar dúvidas sobre documentações, multas, pontuações e demais procedimentos relacionados aos carros. 

 

Esse tipo de atendimento também vai depender do despachante, lembrando que alguns tiram dúvidas diretamente, outros listam no e-mail as dúvidas mais comuns dos proprietários de veículos.

 

Valor do despachante online

 

Cada despachante pratica seus valores específicos para realizar determinados processos, que também podem variar de estado para estado. A dica, portanto, é pesquisar bastante e pedir indicações: assim você entenderá melhor se o preço cobrado é justo.

 

Para não sofrer prejuízos, recomendamos avaliar criteriosamente as condições do serviço oferecido. Infelizmente, ainda existem pessoas que tentam conseguir clientes e cobram valores exorbitantes por processos simples, principalmente quando as pessoas estão em uma situação de emergência, mas não conseguem lidar sozinhas com a burocracia.

Como escolher o despachante online?

 

A escolha de um remetente online deve ser feita da mesma forma que a de um remetente físico. Antes de tudo, como mencionamos acima, procure saber os valores praticados pelos especialistas e a qualidade dos serviços, o que você pode conferir nas recomendações de pessoas próximas e ex-clientes que já utilizaram os serviços.

 

Nesse caso, você também pode tentar saber se o profissional é eficiente, verificar quanto tempo os clientes demoram para receber documentos e outros serviços.

 

Uma questão importante nesta fase é saber antes de contratar um despachante online se os clientes tiveram algum transtorno com relação à documentação que a pessoa recebe ou qualquer outro procedimento.

 

Vale lembrar que os despachantes são profissionais capacitados para essa função, portanto precisam conhecer os aspectos relacionados à parte burocrática dos veículos. Se você tiver algum problema, a melhor recomendação é procurar outra operadora online.

Matrícula do Imóvel